Como não ser roubado comprando uma pedra?

0 ações

Como não ser roubado comprando uma pedra?

Vendedores de pedras preciosas e jóias usam muitas técnicas para convencê-lo a comprar. Não importa se você é pobre ou milionário. Eles vão encontrar uma maneira de convencê-lo, assisti-lo até que eles vão ver as estrelas começaram a brilhar em seus olhos. Eles vão hipnotizar você, para fazer você gastar o dinheiro que você tem no seu bolso.

Vendedores de pedras preciosas não são gemologists

99.99% de vendedores de pedras não são gemologistas. Eles são vendedores, treinaram para vender pedras por algumas horas ou alguns dias, na melhor das hipóteses. Você não tem amigos lá. Eles olham para você como apenas uma maneira de ganhar dinheiro.

A melhor maneira de comprar uma pedra ou uma jóia é não ouvir os argumentos dos vendedores, apenas confiar no que você sabe e no que vê. Os vendedores não vão parar de tocá-lo emocionalmente, para movê-lo. Então, resista, ouça o seu sentido lógico.

Golpes em pequenas lojas

Vamos começar com golpes em pequenas lojas, minas ou em uma área de produção de pedra.

Aqui estão alguns exemplos

Desconto

Se um vendedor lhe oferece um preço por uma jóia ou uma pedra, e imediatamente se oferece para reduzir o preço pela metade, é melhor você fugir.
Pergunte-se: se você for a um restaurante, comprar uma casa, um frango assado ou um tubo de creme dental, será oferecido um desconto de 50% sem uma sinalização promocional? A resposta é não. Não faz sentido, não importa se a pedra é verdadeira ou falsa, você será roubado.

Testadores de pedra

Testadores de pedra, pedra de calor, pedra esfregando contra outro, etc.
Tudo isso não faz sentido. Ou seja, que a composição química de uma pedra sintética é o mesmo que uma pedra natural. Ele reagirá exatamente como uma pedra real a todos os testes que sofrerão.

Compare uma pedra sintética com um pedaço de vidro

Para enganar você, os vendedores comparam uma pedra sintética a um pedaço de vidro. Vamos falar por exemplo de um Ruby. O rubi é uma pedra vermelha da família do corindo. A composição química é principalmente óxido de alumínio. Um rubi sintético também é feito com a mesma composição química de um real. Eles reagirão exatamente da mesma maneira a todos os testes que serão mostrados a você. Os vendedores irão comparar as pedras 2: um rubi sintético e um pedaço de vidro vermelho. Explicando que são duas pedras diferentes, que o vidro é uma pedra falsa e que o rubi sintético é uma pedra real. Mas é mentira. Ambas as pedras são falsas e não têm valor algum.

Golpes em belas lojas

Agora, exemplo de uma loja bonita, um bairro de luxo, um shopping center ou um aeroporto.
Os vendedores não vão tentar convencê-lo de que as pedras são verdadeiras por testes de pedra ou descontos comerciais. A técnica usada neste caso é muito mais sutil: aparências e elementos de linguagens.

Aparições

Quem suspeitaria que uma loja com uma aparência tão luxuosa, cheia de lojistas bem vestidos e educados, está realmente vendendo produtos falsificados?

Elementos das linguagens

Faça alguns testes fazendo perguntas. Se você ouvir atentamente as respostas, entenderá que essas frases são bem memorizadas. Assim como as respostas dos comissários de bordo, ou também de recepcionistas do call center.

Pergunta 1: Você vende pedras naturais?
Responda: Senhora, isto é cristal real.

O termo cristal em gemologia refere-se a um material transparente. Isso não significa que uma pedra seja natural ou sintética.

Pergunta 2: O metal é uma prata?
Responda: Senhora, é um metal precioso.

Ela disse que nem "sim" nem "não". Ela não respondeu sua pergunta.
O termo “metal precioso” também não tem significado legal. Na verdade, esta loja vende jóias feitas de uma liga de metal que não contém prata, ouro ou qualquer metal valioso.

Como você pode ver, não há maneira milagrosa de evitar ser enganado. Seu bom senso é sua melhor defesa.

Se você está interessado neste topico, quer ir da teoria à prática, nós oferecemos cursos de gemologia.

0 ações
erro: O conteúdo é protegido !!